Sexta-feira, 16 de Outubro de 2009

Hoje venho falar-vos da minha experiência com anti-histamínicos. Mais precisamente com a oxatomida, o princípio activo de uns comprimidos que me deixam absoultamente inactiva, do princípio ao fim. É certo que cumprem a função pela qual recorro a eles: acabar com a alergia. Mas pelo caminho, levam tudo o resto. A insensibilidade no nariz, na boca, nos olhos ou nos ouvidos é tanta que era impossível lá ter qualquer tipo de comichão, ardor ou sensação minimamente humana. Por outro lado, e apesar de não estar descrito nos seus mil efeitos secundários, este tipo de químicos deixa-me num estado ao qual dou o nome de  "demasiada autoconsciência". Eu sinto demasiado as partes integrantes do meu corpo. Sinto demasiado que tenho duas pernas, dois braços, uma cabeça (apesar deles, em si mesmos, estarem como já vimos insensíveis). Tenho demasiada noção de que eles lá estão e do quanto pesam. É difícil coordená-los de forma a pegarem em objectos ou subirem escadas (atenção: só solicito o agarrar de objectos aos braços e a subida de escadas às pernas, os efeitos secundários ainda não abrangem esse grau de confusão mental). Por isso o conselho que aqui deixo é: criançada, mantenham-se longe das drogas. E mantenham-se também longe de gatos, animais que podem obrigar-vos, pela sua largada compulsiva de pêlo, a consumir essas tais drogas. E agora vou fechar os olhos e dormir em cima do teclado. Já está.


tags:

escrito por Joan@ às 14:16
dizer coisas | partilhar

4 comentários:
De Nuno Aer a 16 de Outubro de 2009 às 16:04
Coitadinhos dos bichanos... Estou com um no colo neste preciso momento.

Nice blog, by the way.


De Greenie a 30 de Outubro de 2009 às 13:10
Eu tenho quatro gatos e nenhuma alergia. A minha filha (que vive comigo) é alérgica aos pólens de algumas árvores, mas os gatos não a afectam. Pobres gatos, que têm tanta fama e tão pouco proveito...


De Francisco Costa a 7 de Novembro de 2009 às 23:32
Tem de tomar anti-histamínicos mais modernos e que são menos sedativos (dão menos quebreira e menos sono).
Embora em parte estes efeitos laterais sejam mais intensos na 1ª e 2ª toma e normalmente o nosso organismo se adapte, existem anti-histaminicos como o Xyzal ou o Aerius que são melhor tolerados.


De teresalage a 19 de Março de 2010 às 16:29
Compreendo o seu sofrimento,

de facto não deve haver coisa pior do que uma alergia,
mas talvez seja melhor praticar uma vida mais saudável a ingerir esse tipo de drogas.
Mas também queria fazer um pequeno comentário em ralação ao que diz no fim, não existem gatos que larguem compulsivamente pêlo. Há épocas em que realmente deixam cair mais pêlo do que outras, mas nunca compulsivamente, e se o dono do gato o escovar com regularidade, isso não acontece.
Então, por favor, não dê conselhos desse às crianças.
Obrigada


Comentar post

contacto
joanabm@gmail.com
monstro's book
o chefe recomenda...
já moles...
2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


acabados de fazer...

2012 - ainda posso submet...

Aniversários

balançar 2011

O medo é uma cena que me ...

"Férias são férias, aqui ...

O ano dos avós

Sobre o tradutor da TV7 D...

Tenho para mim que...

tags

todas as tags

subscrever feeds