Domingo, 27 de Fevereiro de 2005
Para bem da minha (pouca) sanidade mental, não sou telespectadora habitual do Herman. Ainda assim hoje parei por lá, e tive oportunidade de assistir a mais um desembarque na sic. Chamo desembarque a estes momentos únicos em que criaturas vindas não se sabe de onde aterram em pleno plateau do HermanSic, gozando de uns confrangedores 10 segundos de fama, para logo logo se desfazerem novamente em fumo! E quem desembarcou hoje, no momento em que liguei a televisão, foram duas loiras (uma velha, outra nova, ambas igualmente histéricas), que queriam à viva força presentear o apresentador com uma t-shirt da associação a que pertenciam. Tudo parece normal até aqui, e até seria, se a associação das senhoras fosse o Clube de Fãs de Tony Carreira ou a Sociedade Recriativa do Seixal. Mas não! Elas eram as Raimundas! "Lindas de Cara, Boas de Bunda" - designação das próprias, orgulhosamente estamapda nas t-shirts! Pergunto-me, primeiro, o porquê de alguém formar um grupo como as Raimundas, e segundo, que motivo extremo as terá levado a anunciar essa magnífica confraria no horário nobre da televisão portuguesa! Estes desembarques dão realmente muito que pensar... ou talvez não!


escrito por Joan@ às 16:49
dizer coisas | comentários (3) | partilhar

Sexta-feira, 25 de Fevereiro de 2005
As quantidade de papel que chega por correio (mesmo tendo a minha caixa aquele autocolante que dispensa publicidade) nunca deve ser subestimada, porque no mais inocente anúncio de canalização 24 horas ou restaurante indiano recém inaugurado, podem vir surpresas inesperadas! E o mais extraordinário acontece quando dois ramos aparentemente diferentes se juntam num só cartãozinho que nos entra pela caixa do correio, deixando-nos (aos que não têm nada mais para fazer, como eu), a pensar na profunda relação que têm duas faces dum mesmo cartão!
Hoje foi um desses dias, já que tenho à minha frente um bocado de papel, do tamanho da minha mão (mesmo pequeno portanto), que de um lado anuncia "J. Magalhães, Comércio e Indústria de Estores e Alumínios - Janelas e Portas, Resguardos para Banheiras, Percianas. 5 Anos de Garantia"... tudo muito normal, típica publicidade doméstica... Eis senão quando viro o cartãozinho mágico.. e vejo "Borreguinhos de Azeite - para 6 pessoas: 1/2 borrego muito novo, 4 dentes de alho, sal grosso, pimenta em grão (6 bagos), 2 dl de azeite"... Agora expliquem-me o porquê de o Sr. Magalhães publicitar as suas "marquises lacadas e anodizadas" oferecendo, simultanemanente uma receita em que "caso o suco da carne tiver desaparecido e o borrego esteja louro, está pronto!"...

Penso que estamos perante uma nova vaga de publicidade non sense, que com certeza nos envia mensagens subliminares, de tal forma poderosas que quando sair da frente do computador, sem perceber porquê, vou comprar Vidros Térmicos e Acústicos, e de caminho pedir à minha mãe que me faça "Borreguinhos" para o jantar...


escrito por Joan@ às 05:08
dizer coisas | comentários (2) | partilhar

Quinta-feira, 24 de Fevereiro de 2005
Num destes dias, enquanto assistia ao telejornal, dei por mim a pensar (coisa rara) que deve haver na Polícia Judiciária um departamento de criativos com a função exclusiva de inventar nomes para as operações especiais. É impossível que nomes brilhantes como "Apito Dourado" sejam fruto de mero devaneio ou conversa de café, sendo óbvio que estes títulos fantásticos são o reflexo de muitas horas de trabalho. De tal forma que a sua relação com o conteúdo a que se referem é, por vezes, impossível de deslindar para o comum dos mortais, que poderá debater-se horas a fio sem compreender o porquê de uma apreensão de droga ser chamada de "Operação Raposa Azul" ou uma rusga nos arredores do Porto de "Operação Pêssego Metalizado"....
A PJ não revela quem são os membros desta equipa, mas a recorrente referência a cores e tons leva a crer que se inserem na corrente literária de Cristina Caras Lindas (autora do best seller Sandálias de Prata), e ao que parece têm também algumas ligações com o Grupo Casa da Criação, responsável por longuíssimas metragens portuguesas de renome, como Morangos com Açúcar ou Mistura Fina.


escrito por Joan@ às 15:25
dizer coisas | comentários (2) | partilhar

Domingo, 20 de Fevereiro de 2005
Apesar de não ter sido noticiado nos grandes órgãos de comunicação social, há um novo sistema de voto que está a ser testado nestas eleições legislativas - não, não é o voto electrónico, é um passo à frente na miniaturização e incremento do progresso tecnológico - é o Legis-SMS! Com este serviço, uma simples mensagem escrita enviada de um dispositivo móvel para o número 3366 permite aos eleitores escolherem aquele que deverá governar o país nos próximos anos. Basta enviar "nome do candidato" espaço "número do bilhete de identidade" espaço "número do cartão de eleitor". Para garantir que o seu direito foi exercido correctamente, receberá um SMS a confirmar o seu voto.
As confirmações variam conforme o sentido do seu voto, sendo as mais frequentes (por ordem decrescente):
- "O choque tecnológico começou, você deu o primeiro passo, dentro de dias receberá por correio electrónico uma rosa virtual. Se tiver um blazer grená sugiro que a utilize na lapela, já que os tons quentes predominam nesta Primavera/Verão. Abraço do José".
- "Nem sei como hei de agradecer-lhe este gesto tão bonito, ao ajudar quem mais precisa, como eu! Estou comovido, os meus olhos vertem mais lágrimas agora do que quando me foram cravadas as facas nas costas, ao longo de todos estes anos! Bem haja!".
- "Desculpe ter demorado um pouco a responder, mas estava na missa de 7º dia da Irmã Lúcia. Palavra do Senhor."
- "Obrigado Camarada! Já comprei todo o lote de 2005 de pastilhas Valda para a garganta".
- "Msg recebida, logo a noite, tofu com cerejas para festejar? Bloco Sempre".
- "Erro! A sua mensagem falhou, o Partido Movimento da Terra não aderiu ao serviço Legis-SMS".
- "Parabéns! Foi o eleitor número DOIS a votar em mim! Beijos carinhosos, da sempre sua Carmelinda Pereira".
- "Se queres que Canas de Senhorim passe a Concelho, a resposta é não, se queres um Centro de Saúde na tua terrinha a resposta é não, se queres reivindicar qualquer outra coisa a resposta é a mesma." (resposta pré-programada para Votos Brancos ou Nulos).
Este serviço ainda requer alguns aperfeiçoamentos, já que durante a manhã de hoje foram detectadas algumas falhas. Um eleitor da Azambuja queixa-se de ter enviado "José Sócrates" para o 3366, e ter recebido em troca uma fotografia do serviço "Sexy - Brasileiras Atrevidas", uma senhora de Fafe relata que, em vez de confirmação do seu voto no PSD, recebeu uma SMS do serviço "Fofoca" de Cláudio Ramos, e há até quem, depois de votar no PP, tenha recebido um toque polifónico de "Dina - Amor de Água Fresca"!


escrito por Joan@ às 05:50
dizer coisas | comentários (2) | partilhar

Quinta-feira, 17 de Fevereiro de 2005
Consta que nos últimos dias vários agregados familiares portugueses se desfizeram, com base em suspeitas de infidelidade por parte de ambos os cônjuges! A crise familiar generalizada, ao que parece, ficou a dever-se a um mal entendido - maridos, mulheres, filhos, filhas, cunhados e sogros ficaram indignados ao saber que a restante família lhes escondia a existência de uma irmã, um segredo bem guardado durante anos, e só desvendado, tristemente, na pior hora - a irmã Lúcia!

tags:

escrito por Joan@ às 16:17
dizer coisas | comentários (2) | partilhar

Segunda-feira, 14 de Fevereiro de 2005
Quando me deparo com aqueles papelinhos que distribuem no metro apercebo-me de que existe um mundo paralelo de videntes e curandeiros, com nomes verdadeiramente extraordinários!! Já me tinha fascinado pelo excelente Mestre Buba, mas hoje descobri, na estação do Cais Sodré, um discípulo que não lhe fica nada atrás - Professor Mamadu!! Para além de eles terem a capacidade de resolver todos os problemas que possamos inventar para nós, têm este talento inegável para inventar pseudónimos!! O que são um Ricardo Reis ou um Álvaro de Campos ao pé de Buba e Mamadu?? - são apenas gritante falta de imaginação de Fernando Pessoa! Nem sequer no fantástico mundo da Superliga portuguesa a criatividade vai tão longe!! Ao pé destes, nomes como Cláudio Pitbull, Juninho Petrolina ou Amoreirinha parecem perfeitamente normais! Sugiro mesmo que para animar as hostes, Buba e Mamadu formem uma equipa de futebol, cujo "mister" pode sempre ser o mítico Professor Karamba!!!


escrito por Joan@ às 16:07
dizer coisas | comentários (7) | partilhar

Sábado, 12 de Fevereiro de 2005
Quantas vezes se debateram com o dilema de não querer fazer/emprestar/dar alguma coisa mas não saberem como negar o pedido de alguém? Pelo menos uma vez isso já vos aconteceu de certeza (mesmo que tal não se verifique vamos fingir que sim para que este meu discurso tenha alguma finalidade)... Pois devo dizer-vos que o destino, ao permitir que me cruzasse com as pessoas certas no momento errado, fez-me chegar a solução deste gravíssimo problema. Ah pois é.. por incrível que pareça uma simples frase é a chave desta situação embaraçosa. Experimentem dizê-la para vocês, para sentirem o seu poder.. e quando a usarem em qualquer contexto social (que nesse momento tornar-se-á anti-social) vão ver como cortam qualquer hipótese de o vosso interlocutor insistir em querer algo de vocês... Aqui vai... (e não esqueçam que esta oração não deve ser incluída no meio de um discurso, tem como instrução de uso ser dita isoladamente, sem nada que a introduza ou conclua, porque está tudo dito..):
NÃO TENS MAIS AMIGOS???????

tags:

escrito por Joan@ às 17:40
dizer coisas | comentários (3) | partilhar

Estar duas horas e tal em pé, no mesmo sítio, já é mau por si só, mas acreditem que pode piorar muito se esses longos minutos forem passados na amável companhia da pseudo-super-artista Dulce Pontes!! Por variadíssimas razões... 1º porque ela é pirosa, 2º porque a certa altura, e apesar de cantar bem (reconheço), deixa de o fazer e passa a gritar, como se estivesse a ser mordida por bichos exóticos, 3º porque resolveu entrar em palco descalça e de vestido preto a fazer danças exuberantes, fazendo lembrar inevitavelmente Linda Reis numa das suas performances como Pomba Gira, 4º porque convidou uma fadista a caír da tripeça (Argentina Santos) mas ainda com muita força e vigor para quase me furar os tímpanos, 5º porque, como se não bastasse a companhia daquela figura de peso, encomendou um velhinho de Buenos Aires (Horácio Ferrer) para declamar poesia em espanhol e dois bailarinos de Tango para dançarem sem música... 6º porque encheu o Grande Auditório do CCB de fãs loucos que batem palmas antes do tempo e gritam "Ah fadista"", 7º porque se comporta como se fosse uma musa inspiradora/maior vulto da cultura portuguesa, 8º porque eu não suporto a Dulce Pontes (não tinham reparado pois não?) e poderia continuar aqui a enumerar defeitos por muitas horas, mas não o farei por respeito aos 12,50€ que ela me permitiu auferir!!!

tags:

escrito por Joan@ às 17:26
dizer coisas | comentários (6) | partilhar

Terça-feira, 1 de Fevereiro de 2005
De facto acho que sempre tive um problema com o que está "na moda", com aquilo que "toda a gente" adora, com aquilo que é "indiscutivelmente" bom!! Acho que é por isso que odeio filmes como "Senhor dos Aneis", livros como "Harry Potter", jogadores de futebol como o Figo, restaurantes como a "Portugália", bebidas como Coca-Cola, ou passar as noites de fim de semana numa bela sessão de cinema... E não julguem que faço de propósito, "para ser diferente", até porque "ser diferente" é o que toda agente quer, o que "está na moda", e portanto seria à partida um contra-senso! Por isso acho que sou mais pelo que não tem nexo do que pelo que está "in"... De tal forma que os blogs se tornaram rapidamente em mais uma das minhas embirrações de estimação, vistas como mais um objecto "indiscutivelmente" popular e fantástico... Mas existem ainda coisas mais fortes do que as minhas embirrações pessoais (incrível não é?).. e uma delas é a vontade de escrever por tudo e por nada (muitas vezes a preencher formulários nas finanças os funcionários têm de me alertar quando vêem que já vou na terceira página de texto corrido). Acho que foi isso que me trouxe até ao meu próprio blog, e reparem que já passou mais de um mês desde o último post, o que implica pelo menos duas reflexões: pensei muito nesta problemática e sou muito lenta a processar informação.




tags:

escrito por Joan@ às 14:27
dizer coisas | comentários (4) | partilhar

contacto
joanabm@gmail.com
monstro's book
o chefe recomenda...
já moles...
2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


acabados de fazer...

2012 - ainda posso submet...

Aniversários

balançar 2011

O medo é uma cena que me ...

"Férias são férias, aqui ...

O ano dos avós

Sobre o tradutor da TV7 D...

Tenho para mim que...

tags

todas as tags

subscrever feeds