Quarta-feira, 19 de Novembro de 2008

Se me quiserem matar, esqueçam a cicuta, o antrax, as armas brancas e de fogo, ou os "acidentes" provocados por um empurrão do 12º andar. Basta usarem isto:

 

 

Ao que parece sou alérgica ao amendoim.

Claro que investiguei na net mais sobre a minha nova patologia. É o ideal, porque o Google faz-nos sempre crer que vamos morrer dentro de poucos dias, e assim aproveitamos muito mais a vida. É o Carpe Diem levado ao extremo. Encontrei informações preciosas como: Alguns sintomas de alergia amendoim são inchaço da face ou algumas partes do mesmo". Do mesmo, portanto, o amendoim. Apesar dos M&Ms derreterem na boca e não nas mãos, vou ter cuidado porque nas minhas mãos podem inchar!

Como seria de esperar, fiquei também a saber que posso ter um choque anafilático a qualquer momento.

 

Esperem.

 

Pensei que fosse agora, mas não. Era só um espirro afinal!


tags: ,

escrito por Joan@ às 23:55
dizer coisas | comentários (4) | partilhar

O Bloco de Esquerda (BE, para os militantes mais recentes e mais fashion), gaba-se de ser muito democrático, ao contrário dos restantes partidos... E deve ser por isso que se lembraram de fazer um cartaz novo, que lança a pergunta: "O Governo protege os banqueiros... e quem protege as pessoas?". Daqui concluo portanto que os banqueiros não são pessoas! O que é um princípio brilhante para qualquer sistema democrático.

 

 


tags:

escrito por Joan@ às 23:27
dizer coisas | comentários (1) | partilhar

Eu senti que um determinado convite dirigido a pessoas sem nada para fazer era claramente para mim....

Por isso cá estou eu a responder (saltando descaradamente o ponto 1 do desafio) e passando desde já para as escolhas propriamente ditas. Antes, um esclarecimento que se impõe: o "artista" que elegi era o meu preferido no 7º ano, é verdade. E com o passar dos anos e o acumular de alguma (pouca) sabedoria, esta preferência devia ter-se transformado num guilty pleasure inconfessável. Mas como vergonha não tenho muita, admito aos sete ventos que este é "o meu artista de eleição", como eles dizem neste questionário. De tal forma é de eleição que lá estive eu no concerto em Agosto... Há coisas piores! Há até quem goste de Coldplay, imagine-se!

 

Passada a explicação, aqui vai a minha resposta. O senhor eleito foi este:

 

 

De facto, podia ter poupado nas explicações. Bastava mais umas fotografias.... Porque afinal de contas o que é que interessam os dotes musicais?

 

A ideia é responder às perguntas só com títulos de músicas do Craig David...

 

- És homem ou mulher? 4 Times a Lady

- Descreve-te: You Know What

- O que as pessoas acham de ti? Unbelievable

- Como descreves o teu último relacionamento? Walking Away

- Descreve o estado actual da tua relação. Hidden Agenda

- Onde querias estar agora? Friday Night

- O que pensas a respeito do amor? World Filled With Love

- Como é a tua vida? Time to Party

- O que pedirias se pudesses ter só um desejo? Rewind

- Escreve uma frase sábia: You Dont Miss Your Water 'Til the Well Runs Dry
 

Quanto a passar este interessantíssimo desafio a outra pessoa... Podia deixar o convite genérico mas eu sei de alguém que terá tempo para responder. Força aí... (estou ansiosa por ver essas músicas de cortar os pulsos)...


tags:

escrito por Joan@ às 22:28
dizer coisas | comentários (2) | partilhar

Segunda-feira, 17 de Novembro de 2008

Depois de 30 horas do Seminário Story, que foram na verdade um bocadinho menos quando dei por mim a reviver tempos da faculdade e a "baldar-me" às aulas clandestinamente, um único comentário é possível: "dói McKee".

Mas valeu a pena.

 

E esta música, sem dúvida, fica na cabeça.

 


tags:

escrito por Joan@ às 12:46
dizer coisas | partilhar

Quinta-feira, 6 de Novembro de 2008

 Hoje, quando o abri, disse-me assim:

 

O visual da sua caixa de entrada sofreu uma alteração sutil
Nenhuma grande mudança - está mais para uma pintura do quarto do que para uma reforma da casa. Todas as suas mensagens e contatos continuam lá. Apenas fizemos alguns aperfeiçoamentos no Hotmail com base em comentários de clientes como você. Aqui está o que você vai ver:
  • Um visual mais limpo e personalizável
  • Acesso até 70% mais rápido ao seu email1
  • Acesso mais fácil aos seus contatos do Windows Live Hotmail

 

 

Alteração sutil? O acordo ortográfico entrou em acção mais cedo no reino do MSN? E o que dizer deste momento poético de "está mais para uma pintura do quarto do que para uma reforma da casa"? Estou sem palavras.


tags:

escrito por Joan@ às 13:09
dizer coisas | partilhar

Quarta-feira, 5 de Novembro de 2008

Reparei há bocado que... temos um presidente branco em Portugal! Não é maravilhoso? Adorava sentir-me mais feliz com esta coincidência étnica. Parece que no nosso caso não resulta, mas é pena.


tags:

escrito por Joan@ às 23:52
dizer coisas | partilhar

E não, não me refiro a termos um presidente preto na Casa Branca. Refiro-me a uma coisa muito mais importante e sobre a qual ninguém parece ter a coragem de reflectir.

 

Primeiro isto:

 

Da próxima vez, vou estar atento à tua fisgada
Encruzilhar-me na tua bancada
Ficar num canto e não me mexer

Mais uma vez, vou seguir todos os teus caminhos
Fugir fingindo que me vês sorrindo
P'ra te fitar quando eu puder

Quero ser, personagem de banda desenhada
Onde me assumo numa cena errada
E em que todos me vão descobrir

Quero ficar um pouco mais dentro do teu casulo
Faço de conta, que sou teu e tu és meu assumo
Onde me entrego e tu te das a conhecer

Que ninguem vá, onde vou
Nunca estás, onde estou
Que ninguém fale, de quem falou
Nunca digas quem eu sou

 

 A música é do João Pedro Pais, chama-se Mais Que Uma Vez e faz parte do genérico da nova telenovela da TVI. A questão é: por que é que a novela se chama "Olhos nos Olhos", renunciando sem dó nem piedade a uma tradição de anos (que pareceram décadas) de títulos iguais aos de grandes êxitos nacionais? Não entendo. Até porque Mais Que Uma Vez servia que nem uma luva a esta nova produção, onde Paulo Pires aparece Mais Que Uma Vez disfarçado de uma nacionaldiade qualquer e onde, Mais Que Uma Vez, se percebe que os sotaques não são o seu forte. Mas, admitindo que o ilustre autor da telenovela não quisesse este título, podia retirar da restante letra títulos igualmente bons. Eu sugeria "Atento à tua fisgada" ou "Encruzilhar-me na tua bancada". Gosto muito deste último, e tendo em conta que grande parte das acções decorre em cozinhas, copas e kitchenetes, onde criadas fardadas a rigor servem cerca de dez refeições por dia, a referência à bancada fica sempre bem.
 

 

 



escrito por Joan@ às 23:38
dizer coisas | partilhar

Como é que a RTP sabia que a Milu ia morrer?

Como é que sabia ao ponto de ter um Especial de Homenagem preparado, com a duração de qualquer coisa como três horas e meia?

Isto deixa-nos duas opções: uma primeira, na qual não quero acreditar, que implica que tenha sido um dos responsáveis pela programação da RTP a matar Milu, e uma segunda, igualmente transtornante, que implica que haja programas de homenagem para tudo o que é artista com potencial para bater a bota. E ainda são muitos. Dão para encher uma Casa do Artista inteira. E, pelos vistos, uma prateleira de cassetes da RTP também.



escrito por Joan@ às 23:25
dizer coisas | partilhar

Aqui está a pessoa que governa o mundo a partir de hoje:

 

 

O que não é necessariamente mau. Pode ser mesmo bastante bom.

Pode ser que amanhã acordemos e tenhamos debaixo da cama um carro. Pode não ser grande coisa... um pequeno Chevrolet por exemplo.

Aposto que a primeira proposta de Obama será "um Dr. Oz para cada americano!".

E depois da América, talvez o Mundo. *

 

* E depois do Mundo, talvez mesmo Portugal.

 

 

 

 



escrito por Joan@ às 23:17
dizer coisas | partilhar

Domingo, 2 de Novembro de 2008

A vantagem de almoçar às três da tarde aos sábados é que a programação televisiva a essa hora transborda qualidade. Sobretudo na SIC Mulher, onde há uma espécie de "Compacto Tyra Banks". Corre-se o risco de overdose, é um facto, mas vale a pena! Porque em menos de uma hora consegui ver o melhor de programas fascinantes, tais como:

- aquele em que Tyra Banks monta um casting fraudulento para modelos, num hotel, pedindo às raparigas para se despirem, e entrando, muito decidida, quando elas tiram o roupão, dizendo-lhes que foi ela que as salvou da perdição. Qualquer coisa como "se não fosse eu, as tuas fotografias podiam ir parar à internet". E todas as raparigas assentiam, fascinadas. Nenhuma delas se terá lembrado de lhe dizer "Se não fosses tu, Tyra, este casting fictício não existia?". Não sei, é só uma sugestão...

- aquele outro, também muito bom, em que Tyra aprendeu a dar massagens, utilizando um suposto homem do público como cobaia, aproveitando para lhe dar açoites no rabo. Acerca dele, disse depois: "acho que ele ainda hoje está com um sorriso de contentamento na cara, e já passaram 3 meses".

- aquele episódio não menos sensacional em que Tyra Banks se veste de sem-abrigo (como se houvesse uma farda oficial), o que, na sua visão muito própria, é assim uma espécie de espantalho: camisa de flanela aos qudrados, calças largas, botas pretas e um semi-barrete na cabeça (acabo de criar este neologismo, semi-barrete, porque aquilo que ela usa situa-se entre o gorro convencional e uma touca de natação).

- e, last but not least, o grandioso dia em que Tyra Banks, para "perceber o que vai na cabeça dos homens", se veste de homem. Mas não é um homem qualquer. É um rapper, baptizado de Uncle D. Sim, sim, sim. É demasiado bom para ser eu a explicar. Aqui fica a prova:

 

 



escrito por Joan@ às 11:03
dizer coisas | comentários (2) | partilhar

contacto
joanabm@gmail.com
monstro's book
o chefe recomenda...
já moles...
2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


acabados de fazer...

2012 - ainda posso submet...

Aniversários

balançar 2011

O medo é uma cena que me ...

"Férias são férias, aqui ...

O ano dos avós

Sobre o tradutor da TV7 D...

Tenho para mim que...

tags

todas as tags

subscrever feeds