Quinta-feira, 19 de Fevereiro de 2009

Os senhores do Multibanco (uma espécie de irmandade perigosa) anunciam por aí muito contentes a criação do MBSpot...

Que ideia fantástica! Agora quando quisermos ir comprar benurons à farmácia ou pão de forma à mercearia habilitamo-nos a ter de esperar que a pessoa à nossa frente pague as suas contas da água, da electricidade, do gás, a prestação da casa, do carro, do outro carro, o colégio dos filhos, a mensalidade do ginásio e a segurança social. E no fim disto tudo o mais provável é que a nossa dor de cabeça ligeira já não se cure com benurons e que o pão de forma já esteja duro.

 



escrito por Joan@ às 14:03
dizer coisas | comentários (3) | partilhar

Quarta-feira, 22 de Outubro de 2008

"Tem sido incrível. Noutro dia até um empregado do McDonalds me reconheceu!" - quem o diz é Joana Ramos, a atravessar o momento mais alto da sua carreira, depois de ter feito o anúncio do "moche à Joana" da TMN.

É bom ver que há quem dignifique este nome próprio (Joana) com momentos tão formidáveis como este que ela descreve. Deve ser uma sensação do outro mundo ir pedir um Big Mac e ser reconhecida. Uma coisa pela qual nunca poderei passar! Sobretudo porque não vou ao McDonalds. O máximo a que posso aspirar é ser reconhecida por uma empregada do Go Natural. Que me perguntará, talvez: "então agora vem aqui todos os dias? Que falta de originalidade..."



escrito por Joan@ às 01:45
dizer coisas | partilhar

Quinta-feira, 9 de Agosto de 2007
... Eduardo Cid, director geral do Pingo Doce que fala, a custo, no novo anúncio: só tinham mesmo as duas alternativas de que fala? Aumentar uns cêntimos nos productos lácteos ou disfarçar esse aumento noutros produtos? Não havia uma terceira opção que era "contratar um actor para fazer este anúncio?".


escrito por Joan@ às 07:36
dizer coisas | partilhar

Quinta-feira, 26 de Julho de 2007
Cabala. Mais uma. Desta feita no mundo da música. Andam para aí a publicitar festivais de Verão... ele é Delta Tejo, ele é Sudoeste, ele é Super Bock... E do VERDADEIRO festival ninguém fala. Felizmente está cá o monstro, para vos fazer ver a luz. Ou, por outra: ver a Ruth Marlene, a Mónica Sintra, a família Carreira (tudo indica que são dois, mas quem sabe não aparece um terceiro talento musical até lá), Emanuel, Toy, Romana... Enfim, os pesos pesados da música nacional e internacional (desde que por internacional consideremos apenas Paris, Luxemburgo e Newark), estão todos lá. Festival Cofidis é o nome. Difícil mesmo vai ser decidir qual o dia mais forte, com estas cabeças de cartaz... Tony, Mickael ou Emanuel? A vida é feita de escolhas. Mas como nunca tive talento para a coisa, se calhar o melhor é mesmo ir os três dias. Não consigo optar. Eles olham para a direita, e pisca pisca, eles continuam chamando-me assim (bébé), eles pimba, eles estão estupidamente apaixonados, eles ... baralham-me.
Uma questão pertinente (ou nem tanto): sendo os outros festivais patrocinados por bebidas, alcoólicas ou não... e este pela Cofidis... o que será que se vai beber durante a noite? Garrafões de vinho a martelo, pago em suaves prestações fixas? Ou aguardente para quem tenha um plafond mais alargado? Pensem nisso. Enquanto ouvem Ana Malhoa dizer "yo soy tu gatita"...


escrito por Joan@ às 09:19
dizer coisas | partilhar

Sábado, 26 de Maio de 2007
Aviso: este post contém publicidade. Involuntária, mas publicidade.
Existe uma loja de mobiliário e decoração de interiores chamada Mobidoc. Só por isto, já é digna de destaque. Mas o melhor é que ao visitar o seu site deparo-me com um aviso que me preocupa: "Alojamento Suspenso". Será que o Capitão Ahab espetou, com violência, um arpão na loja Mobidoc, deixando cómodas e aparadores a boiar algures no Atlântico?


escrito por Joan@ às 20:40
dizer coisas | partilhar

Estava há pouco a olhar para um pacote de oregãos (há quem contemple paisagens e quadros, eu prefiro embalagens, sendo que neste caso nem deixa de ser uma natureza morta, o óregão) e reparei numas letrinhas na parte de trás que diziam: Ideia Margão - corte rodelas de tomate e queijo fresco e junte-lhes óregãos! Bemmm... margão, deixe-me dizer-lhe: que ideia luminosa! Nem sei como partilham uma informação tão preciosa assim, em meros rótulos que podemos adquirir por meia dúzia de cêntimos. O perigo é se a moda pega e todas as marcas começam a revelar assim grandes segredos da humanidade, por dá cá aquela palha. Já estou a ver: embalagens de leite com "Ideia Vigor - despeje e coloque num copo, ou até numa caneca", ou até manteiga Mimosa onde possa ler-se "Ideia Mimosa: aqueça uma fatia de pão de ambos os lados, até mudar de cor e depois ponha manteiga em cima". Chegará até o dia em que veremos "Ideia Tenório (eu queria um pretexto para falar em Tenório, já arranjei) - junte maionese ao atum e seja o primeiro criador de uma iguaria à qual pode até chamar, numa de inovar, pasta de atum. Sublime, não?".
E nesse dia darei por mim a responder a uma lata de atum e a dizer "olhe que não sei, Tenório, tenho as minhas dúvidas", enquanto pego num frasco de Hellmans com a outra mão e ele me sugere (sim nessa altura a maionese já fala em voz off mesmo): "Ideia Hellmans: junte-me a ketchup e faremos cocktail!".


escrito por Joan@ às 19:51
dizer coisas | partilhar

Terça-feira, 1 de Maio de 2007

Foi isto que encontrei hoje quando cheguei ao carro. E tive medo, confesso. O que será que faz esta simpática senhora, digna de anúncio da Neoblanc, numa "Casa aberta" em que espera por nós e nos pede para levarmos "um amigo..."? Juntando a isso o melhor slogan de sempre (Ela vende tudo e não fica nada), o medo aumenta. Chega a assemelhar-se a pavor mesmo. No próximo dia 5 vou fazer os possíveis por me manter longe da dita morada. Porque existem duas hipóteses: ou perco um belo lanche em que esta Avó-Neoblanc brinda os convidados "e amigos" com copos e copos de Sun de laranja, bolos Nestlé e bombons, ou... não sobrevivo para contar (nem eu, nem os amigos que levar comigo).
Prefiro não arriscar, apesar dos WC's remodelados serem tentadores...
Eu nem nunca gostei de Sun de laranja...


escrito por Joan@ às 12:48
dizer coisas | partilhar

Terça-feira, 22 de Março de 2005
Há alguns meses atrás havia por aí alguns autocarros que traziam mensagens perturbantes, e não eram subliminares, eram bem óbvias, ou não estivessem em cartazes enormes! Nem sei como consegui recuperar da inquietação que aquele slogan me causou, sem nunca mais me recordar dele. Mas hoje, sem que nada o fizesse prever, acordei e lembrei-me dessa enigmática frase (nota-se que a minha vida não é muito difícil não é?)... Quando penso que já vi de tudo no que respeita a marketing e publicidade, eis que surge uma campanha perturbante como esta da First (pensos higiénicos) - Sê infiel, usa First!! A mensagem é tão forte que, meses depois, sem que qualquer cartaz persista nos autocarros de Lisboa, ainda me debato com o seu profundo e intrigante significado!!


escrito por Joan@ às 08:54
dizer coisas | comentários (7) | partilhar

Segunda-feira, 14 de Março de 2005
Se já viram anúncios televisivos (e é quase impossível não os ver, já que hoje em dia os programas dão no intervalo dos anúncios) com certeza já se questionaram acerca da proveniência de tudo aquilo que eles divulgam!! De facto, as profundas reflexões que fiz nesse sentido levam-me a crer que existe um planeta, algures no universo, onde os publicitários vão buscar tudo aquilo que anunciam!! É a única explicação possível, caso contrário digam-me lá onde é que eles vão desencantar os óleos essenciais de frutos, os l-casei imunitas, os bifidus activos, os agentes branqueadores, os esteróis vegetais, o brilho de longa duração, o aroma a frutos do bosque, as pérolas activas, o xilitol e tantas outras coisas de última geração???
Ah pois!! Nunca tinham pensado nisso e agora vêem-se forçados a concordar comigo: há mesmo um planeta publicitário, onde não só existem todas essas maravilhas como toda a população é cientista, de forma a poder estar constantemente a testar produtos e a carimbá-los como "cientificamente comprovados"! São esses mesmos cientistas que descobrem a toda a hora produtos melhores que os anteriores! Nunca repararam que passado um mês de saír uma nova variedade de seja-o-que-for aparece uma novidade-ainda-mais-recente, anunciada como muito melhor?
De facto os recursos deste fantástico planeta devem ser inesgotáveis! - quer os naturais - já viram que todas as variedades de batatas fritas são compostas por tubérculos "criteriosamente seleccionados"? - quer os humanos - são sempre confeccionadas com uma "receita especial"!
Acho que está mais do que provado que existe vida neste planeta, e os encontros imediatos do 3º grau acontecem a toda a hora na televisão! Ou vocês achavam mesmo que a avózinha da Neoblanc era uma terráquea??


escrito por Joan@ às 08:57
dizer coisas | comentários (1) | partilhar

Sexta-feira, 25 de Fevereiro de 2005
As quantidade de papel que chega por correio (mesmo tendo a minha caixa aquele autocolante que dispensa publicidade) nunca deve ser subestimada, porque no mais inocente anúncio de canalização 24 horas ou restaurante indiano recém inaugurado, podem vir surpresas inesperadas! E o mais extraordinário acontece quando dois ramos aparentemente diferentes se juntam num só cartãozinho que nos entra pela caixa do correio, deixando-nos (aos que não têm nada mais para fazer, como eu), a pensar na profunda relação que têm duas faces dum mesmo cartão!
Hoje foi um desses dias, já que tenho à minha frente um bocado de papel, do tamanho da minha mão (mesmo pequeno portanto), que de um lado anuncia "J. Magalhães, Comércio e Indústria de Estores e Alumínios - Janelas e Portas, Resguardos para Banheiras, Percianas. 5 Anos de Garantia"... tudo muito normal, típica publicidade doméstica... Eis senão quando viro o cartãozinho mágico.. e vejo "Borreguinhos de Azeite - para 6 pessoas: 1/2 borrego muito novo, 4 dentes de alho, sal grosso, pimenta em grão (6 bagos), 2 dl de azeite"... Agora expliquem-me o porquê de o Sr. Magalhães publicitar as suas "marquises lacadas e anodizadas" oferecendo, simultanemanente uma receita em que "caso o suco da carne tiver desaparecido e o borrego esteja louro, está pronto!"...

Penso que estamos perante uma nova vaga de publicidade non sense, que com certeza nos envia mensagens subliminares, de tal forma poderosas que quando sair da frente do computador, sem perceber porquê, vou comprar Vidros Térmicos e Acústicos, e de caminho pedir à minha mãe que me faça "Borreguinhos" para o jantar...


escrito por Joan@ às 05:08
dizer coisas | comentários (2) | partilhar


contacto
joanabm@gmail.com
monstro's book
o chefe recomenda...
já moles...
2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


acabados de fazer...

MB Spot

Moche à Joana

Uma pergunta a...

Festivais de Verão

Mobidoc

Ideias Margão

Ela vende TUDO

Sê infiel...

tags

todas as tags

subscrever feeds